Gravidez x Gatos x Toxoplasmose

Eu tenho que me livrar do meu gato se estou grávida ou planejando ficar grávida?

Não, não é preciso se desfazer do seu gato. Possuir um gato não significa que você será infectado com a doença!

As fezes do gato é, sem dúvidas, uma importante fonte de infecção para a toxoplasmose, mas isso não significa que você precisa se livrar do seu amado animal de estimação. No entanto, você deverá tomar alguns cuidados extras.

É improvável que você esteja exposto ao parasita simplesmente ao tocar um gato, mesmo que infectado, porque os gatos geralmente não carregam o parasita em sua pele. Também é improvável que você possa ser infectado através da mordida de um gato ou através de arranhões. Além disso, gatos mantidos dentro de casa, que não caçam presas e aqueles que não comem carne crua, não são susceptíveis de serem infectados com T. gondii.

O ser humano pode se infectar ao comer frutas e vegetais se estes não forem cozidos, lavados ou descascados, e involuntariamente ao colocar a mão na boca depois de manipular a caixa de areia, ou enquanto realiza a jardinagem sem luvas.

As pessoas são muito mais propensas a infecção através da ingestão de carne crua e de frutas e vegetais não lavados do que através da manipulação de fezes de gato.

Uma vez infectado com o Toxoplasma o meu gato sempre será capaz de espalhar a infecção?

Não. Os gatos só eliminam os oocistos nas fezes por alguns dias em toda a sua vida, algumas semanas após a infecção. A chance da contaminação humana através do gato é muito pequena. Gatos que eliminaram oocistos de Toxoplasma gondii são considerados imunes ao toxoplasma e não irão eliminá-los novamente.

Como posso evitar a infecção se estou grávida e tenho um gato?

  • Evite trocar a areia do gato, deixe que outra pessoa não gestante realize a tarefa. Se não for possível, use luvas e lave bem as mãos após a limpeza;
  • Alguns especialistas também sugerem o uso de uma máscara, caso as partículas se espalhem pelo ar quando a areia é agitada;
  • A caixa de areia do gato deverá ser limpa diariamente. Pois assim o risco de infecção é reduzido, visto que os oocistos não são infectantes nas primeiras 24 horas após serem eliminados nas fezes;
  • Mantenha o gato dentro de casa;
  • Evite contato com gatos de rua , especialmente com filhotes;
  • Alimente seu gato com alimentos comerciais secos ou enlatados, não o alimente com carne crua ou mal cozida;
  • Não permita que os gatos usem o jardim ou a área de lazer infantil para fazer suas necessidades;
  • Faça o controle das populações de roedores e de outros potenciais hospedeiros intermediários.

caixa-areia-gatos-felinos

O que mais eu posso fazer para evitar uma infecção?

  • Evite produtos lácteos não pasteurizados;
  • Lave ou retire a casca de frutas, legumes e verduras antes de consumir;
  • Lave as tábuas de corte, os pratos, balcões, utensílios e, principalmente, as mãos que entraram em contato com alimentos crus. Lave com água quente e sabão;
  • Não toque na boca, no nariz ou nos olhos ao preparar o alimento, e sempre lave as mãos antes de comer. Use luvas descartáveis se tiver qualquer tipo de corte nas mãos;
  • Mantenha moscas e baratas longe de sua comida;
  • Evite beber água não tratada a menos que seja fervida. Use água mineral quando acampar ou viajar;
  • Usar luvas durante a jardinagem e durante qualquer contato com o solo, areia, e outros locais onde possa conter fezes de gato. Lavar bem as mãos depois de entrar em contato com o solo ou areia;
  • Cozinhe bem os alimentos. A carne deve ser bem passada;
  • Mantenha os montes de areia ao ar livre cobertos.

Especialistas estimam que nos países industrializados, a transmissão mais comum para os seres humanos é, provavelmente, a ingestão de carne crua ou mal cozida, especialmente carne de cordeiro e carne de porco. O organismo pode, por vezes, estar presente em alguns produtos lácteos não pasteurizados, como o leite de cabra. O Toxoplasma gondii também pode ser transmitido diretamente de mulher grávida para o feto quando a mãe é infectada durante a gravidez.

O veterinário do seu animalzinho pode responder a quaisquer outras dúvidas que você possa ter em relação ao seu gato e o risco para toxoplasmose.

Dra. Nayara Pataro Fagundes
Médica Veterinária (CRMV-MG 13865)

_MG_0708
Photo by fagundes

O Artigo Completo sobre a toxoplasmose você encontra em: http://www.patafofa.com.br/2013/10/28/toxoplasmose-em-gatos-x-gestacao-em-mulheres/

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

AMERICAN ASSOCIATION OF FELINE PRACTITIONERS. Toxoplasmosis in cats – Improving the health of cats by developing methods to prevent or cure feline diseases and by providing continuing education to veterinarians and cat owners.

CENTERS FOR DISEASE CONTROL AND PREVENTION – CDC. Toxoplasmosis (Toxoplasma infection) – Pregnant Women.DUBEY, J. P. Duration of Immunity to Shedding of Toxoplasma gondii Oocysts by Cats. The Journal of Parasitology, Vol. 81, No. 3 (Jun., 1995), pp. 410- 415.

HILL, S. L. ; CHENEY, J. TATON-ALLEN, G. M. ; JOHN, F. ; REIF S. ; BRUNS, C. ; LAPPIN M. R. Prevalence of enteric zoonotic organisms in cats. Journal
of the American Veterinary Medical AssociationMarch 1, 2000, Vol. 216, No. 5, Pages 687 692doi: 10.2460/javma.2000.216.687.
Compartilhe isso:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: